23/02/2018

«A Chave Maldita» - Talismã, de James Rollins

A Chave Maldita
James Rollins 
Género: Literatura / Thriller
N.º de páginas: 480 
Data de lançamento: 23 de fevereiro de 2017 
PVP: € 17,70

Força Sigma enfrenta uma nova ameaça em «A Chave Maldita» Talismã que encerra em si o destino da humanidade é o mote do novo thriller de James Rollins

Lisboa, 23 de fevereiro de 2018 – Qualquer leitor de James Rollins sabe que Força Sigma é sinónimo de aventura. A Chave Maldita, o novo livro que chega hoje às livrarias portuguesas, não é exceção.

A premissa promete muita ação. Três mortes, em três continentes diferentes, que têm algo terrível em comum: todas as vítimas são marcadas a fogo com a cruz druida pagã. A Força Sigma leva-nos, desta vez, do Coliseu de Roma aos picos nevados da Noruega, das ruínas de abadias medievais aos túmulos perdidos de reis celtas. Nesta aventura surgirá um talismã enterrado por um santo, um antigo artefacto, A Chave Maldita, que encerra em si o maior dos pesadelos.

«Os corvos foram o primeiro sinal. Enquanto a carruagem puxada por cavalos descia a vereda, marcada pelos sulcos das rodas entre campos ondulantes de cevada, um bando de corvos ergueu-se numa torrente negra. Lançaram-se no azul da manhã e elevaram-se velozmente num tropel desorientado, mas era mais do que a usual fuga assustada. Os corvos revoluteavam e investiam, revolviam-se e agitavam-se. Acima da estrada, esmagavam-se uns contra os outros e precipitavam-se dos céus. Pequenos corpos atingiam o chão, quebrando asas e bicos. Contorciam-se nos sulcos. Asas sacudiam-se debilmente. Mas o mais perturbador era o silêncio. Nem um crocitar, nem um grasnar.» 

Ainda que este bestseller do New York Times esteja integrado numa coleção, pode ser lido de forma independente, tal como qualquer outro livro do autor. 

Sinopse: 
Na Universidade de Princeton, um famoso geneticista morre num laboratório de biossegurança. Em Roma, um arqueólogo do Vaticano é encontrado morto na Basílica de São Pedro. Em África, o filho de um senador norteamericano é assassinado num campo da Cruz Vermelha. Estas três mortes, em três continentes diferentes, têm algo terrível em comum: todas as vítimas são marcadas a fogo com a cruz druida pagã.  Estes bizarros homicídios obrigam o comandante Gray Pierce e a Força Sigma a entrar numa corrida contra o tempo para resolver um enigma que remonta a séculos atrás, a um hediondo crime contra a humanidade oculto num críptico códice medieval. A primeira pista é encontrada numa múmia num lago inglês – um segredo que ameaça a América e o resto do mundo.
Ajudado por duas mulheres do seu passado, Gray terá de juntar as peças deste puzzle terrível. Mas estas revelações terão um preço elevado e, para poder salvar o futuro, Gray terá de sacrificar uma das mulheres que tem ao seu lado. E isso pode não ser suficiente, dado o verdadeiro caminho da salvação se revelar numa negra profecia apocalíptica. 
A Força Sigma enfrenta a maior ameaça à humanidade numa aventura que nos leva do Coliseu de Roma aos picos nevados da Noruega, das ruínas de abadias medievais aos túmulos perdidos de reis celtas. E um talismã enterrado por um santo, um antigo artefacto a que chama A Chave Maldita, encerra em si o maior dos pesadelos.
 
Sobre o autor:
James Rollins é autor de vários thrillers internacionais, todos eles bestsellers do New York Times. Os seus livros estão publicados em mais de quarenta países. A sua série Força Sigma, na qual se inclui A Chave Maldita, foi considerada «no topo da lista das boas leituras» (New York Times) e uma das «melhores leituras do género» (revista People). Em cada romance, revelam-se mundos invisíveis, descobertas científicas e segredos históricos em que a ação tem um ritmo alucinante e a narrativa é inteiramente original. www.jamesrollins.com
 

 


22/02/2018

Sherlock Holmes junta-se aos Livros Loucos da Guerra e Paz

O Cão dos Baskervilles
Arthur Conan Doyle 
N.º de Pàginas: 136 
PVP: 13,90 €
Guerra e Paz Editores
 
É uma aquisição de luxo: Os Livros Estão Loucos da Guerra e Paz acabam de garantir a presença de Sherlock Holmes entre as estrelas que compõem o naipe de autores e personagens da sua colecção. O Cão dos Baskervilles é o novo título da colecção juvenil mais louca de sempre, que conta já com cinco livros completamente alucinados e irreverentes nas livrarias: Robinson Crusoé, Romeu e Julieta, Alice no País das Maravilhas, Frankenstein e, a partir de 20 de Fevereiro, o Cão dos Baskervilles, de Arthur Conan Doyle, com adaptação de Elizabete Agostinho.

Escritos para ler numa hora o que antes se lia num dia, os livros estão loucos porque as letras crescem e encolhem, saem das páginas e giram como num rodopio, voam ao sabor da imaginação. E é isso mesmo que acontece também neste novo livro.
Sherlock Holmes, o mais recente detective de todos os tempos, tem um mistério tremendo para resolver. Reza a lenda que a charneca junto à mansão dos Baskervilles é amaldiçoada por um cão gigante e diabólico, maior do que qualquer cão alguma vez visto, que lança fogo pela boca. A maldição castiga a família Baskervilles há gerações.
Entretanto, Charles Baskervilles aparece morto na charneca, o medo estampado no rosto, pegadas junto ao corpo. Quem o matou? Será obra do demónio ou de homens de carne e osso?
Com o seu amigo inseparável, o doutor Watson, Sherlock Holmes percorre a charneca, interroga, investiga e prepara-se para enfrentar os poderes do mal. O perigo espreita por todo o lado nesta incrível aventura. Atreves-te a seguir esta história?

Topseller - A Verdade e as Mentiras de Ella Black

A Verdade e as Mentiras de Ella Black 
Páginas:320
PVP: 17,69€ 
 
Da autora de A Única Memória da Flora Banks, chega uma enigmática e misteriosa história passada no Rio de Janeiro.

Sinopse:
E se a tua vida não passasse de uma grande mentira?
Aquele parecia ser um dia normal, como tantos outros na vida da jovem Ella Black. Mas, subitamente, Ella é surpreendida no liceu pelos próprios pais. Sem aviso nem explicações, levam-na e os três partem de Londres para o Rio de Janeiro, numa viagem inesperada e misteriosa.Confusa e sem respostas convincentes, Ella pergunta-se de que coisas terríveis estarão os pais a fugir. O que os terá levado a deixar tudo para trás?
Longe dos amigos e da vida que sempre conheceu, sente-se ainda mais perdida quando se depara com uma revelação impensável: Ella é adotada e os pais adotivos levaram-na para o Brasil para fugir da mãe biológica.
Desesperada com esta nova realidade e em busca de explicações, foge de casa, iniciando uma perigosa jornada pelas ruas e favelas da cidade.
Mas que outras revelações virão do seu passado?
Estará Ella preparada para enfrentar a verdade?
Uma aventura de busca de identidade, passada num ambiente exótico e perigoso, com que o público jovem adulto facilmente se identificará.
Sobre a autora:
Emily Barr estudou História da Arte, foi investigadora e, enquanto jornalista, teve uma coluna regular no Guardian e outra no Observer. A sua paixão pela escrita e pelos livros levou-a a abandonar tudo para apostar na sua carreira de escritora.
Nos últimos 15 anos, Emily publicou mais de uma dezena de livros. A Única Memória da Flora Banks é o seu primeiro livro para jovens adultos e já está publicado em 23 países.
Adora viajar e é apaixonada por música, sobretudo pelas canções de Leonard Cohen. Vive na Cornualha, Reino Unido, com o companheiro e os filhos.
Mais sobre a autora em: www.emilybarr.com.
 

Booksmile - Já estamos a pensar no Dia do Pai!

 
Papá, tu és o Máximo!, com textos de Myriam Sayalero e ilustrações de Marisa Morea, é uma divertida e ternurenta história. Uma homenagem a todos os pais que, mesmo não sendo perfeitos, são incríveis e inspiradores. No final do livro, os mais pequenos encontram uma atividade de trabalhos manuais para fazerem um presente especial para o pai.

Hoje é sábado e o Papá diz que quer aproveitar o dia, seja lá o que isso for! A Matilde e o Rodrigo insistem em saber quais são os planos dele, mas acabam por desistir de perguntar; é que o Papá quer fazer-lhes uma surpresa!
​ 
O Papá diz que tem tudo organizado para passarem um dia especial, mas… será que tem mesmo?! ​Bom, uma coisa é certa: apesar de todos os imprevistos, vai ser uma aventura fantástica!
Um livro inspirador, mágico e inesquecível!
SINOPSE
Papá, tu és o Máximo! é a prenda ideal para as crianças oferecerem ao melhor pai do mundo, nesta data tão especial. E depois, de livro na mão, fortalecerem laços e partilharem momentos de boa disposição.
 
 

Porto Editora: Uma aventura de encher o coração com "O Bando da Meia-Noite"

Título: O Bando da MeiaNoite 
Autor: David Walliams 
Ilustrações: Tony Ross 
Pags.: 480 
PVP: 15,50€

David Walliams apresenta uma história que promete fazer sonhar todas as crianças 

O Bando da Meia-Noite chega hoje às livrarias para animar os dias de todos os leitores que se deixem conquistar por este livro, uma história de coração grande de David Walliams e com as magníficas ilustrações de Tony Ross.  Internado após um acidente num jogo de críquete, Tom adivinha uma estadia assustadora e aborrecida no hospital, mas rapidamente descobre que basta esperar pela meia-noite para que a diversão comece. Com Amber, Robin, George e Sally, os seus companheiros da ala infantil que completam O Bando da Meia-Noite, Tom vai viver aventuras, e juntos vão realizar todos os seus sonhos, enquanto o resto do mundo está a dormir. Desde a publicação de Campeão de Saias, em 2008, que David Walliams escreveu 15 títulos para os mais novos e tomou de assalto o mundo da literatura juvenil: os seus livros venderam mais de 22 milhões de exemplares e estão traduzidos em mais de 50 línguas. A sua carreira artística e intervenção social valeram-lhe, recentemente, uma condecoração com o título de Oficial da Ordem do Império Britânico. Em Portugal, as obras Avozinha Gângster, A Doutora Tiradentes, A terrível tia Alberta e A incrível fuga do meu avô estão incluídas no Plano Nacional de Leitura como sugestão de leitura autónoma para o 5.º ano.

SINOPSE 
Depois de Tom levar um piparote na cabeça em pleno jogo de críquete, acorda no hospital, onde é recebido pelo homem mais assustador que já viu. E quando pensa que nada pode piorar, conhece a terrível enfermeira responsável pelas crianças… Tom nem sonha que está prestes a viver a aventura de uma vida… Esta é a deliciosa história de cinco crianças numa enfermaria de hospital, que adoram quando o relógio dá a meia-noite. Porquê? Porque a essa hora, enquanto o mundo dorme, para elas a aventura está apenas a começar…    
 
O AUTOR 
David Walliams nasceu em Inglaterra em 1971, e é um ator britânico de comédia, conhecido pela parceria com Matt Lucas, na série Little Britain, e pelas intervenções hilariantes no conhecido programa Britain’s Got Talent. Em 2008, tomou o mundo da literatura infantil de assalto e é, atualmente, o autor de crescimento mais exponencial no Reino Unido. Os livros de David Walliams estão traduzidos em mais de 50 línguas, venderam mais de 22 milhões de exemplares em todo o mundo, e obtiveram um impacto sem precedentes na crítica, que o compara a um dos mais emblemáticos autores de sempre no género, Roald Dahl. 


Joseph Conrad e Fernando Pessoa são os novos nomes dos Clássicos Guerra e Paz

LORD JIM
Joseph Conrad
N.º de Páginas: 368
PVP: 19,00 €
Ficção/Literatura Estrangeira

Sinopse: 
Jim é um romântico. Influenciado por leituras de juventude, de aventuras e heroísmo, e por uma rígida educação paterna, que lhe incutiu os valores da bravura e da nobreza, entra para a marinha mercante, em busca de cumprir esses ideais. Contudo, quando o momento chega, não resiste à pressão dos seus companheiros e abandona à morte todos os passageiros do navio, o Patna. O navio salva-se, Jim perde-se. Atormentado pela sua consciência, isola-se, sente-se perseguido pelas imagens do seu crime, pelo falhanço em viver de acordo com a imagem que tinha de si. Procura a redenção, uma nova oportunidade de se mostrar leal, bravo, herói. Conseguirá?
Lord Jim, livro maior de Conrad, a par de Coração das Trevas, consagrou definitivamente o autor como um dos grandes da literatura inglesa. A sua influência é marcante e perdura até aos dias de hoje. Saul Bellow, por exemplo, prestou sentida homenagem a Conrad no seu discurso de aceitação do prémio Nobel.
É um livro marcante e uma leitura inolvidável. A história do Homem contra si mesmo, de falhanço e redenção. Em suma, uma história da humanidade.

Sobre o autor: 
Joseph Conrad. Com o nome de baptismo de Józef Teodor Konrad Korzeniowski, nasceu na Ucrânia, em 1857, sob a autoridade czarista. Filho de um casal polaco no exílio, órfão aos onze anos, ficou sob a tutela do tio materno, o responsável pela sua grande paixão: viajar por mar. Em 1874, parte para Marselha e assim inicia a sua carreira como marinheiro. Em 1886, obtém nacionalidade britânica e o certificado de mestre no Serviço Mercantil Britânico. Anos mais tarde, aproveitando as suas experiências na Marinha, abandona o mar para se dedicar à escrita durante o apogeu do Império Britânico. Almayer’s Folly (1895) foi o seu primeiro romance. Com grande mestria narrativa, é ainda autor de outras obras, entre as quais se destacam: Lord Jim (1900), Nostromo (1904), The Secret Agent (1907), Under Western Eyes (1911), Chance (1916). Em 1890, escreveu O Diário do Congo, que viria a dar origem a Coração das Trevas (1902). Morreu em Kent em 1924.


MENSAGEM
Fernando Pessoa
N.º de Páginas: 120
PVP: 12,00 €
Ficção/Literatura Portuguesa

Sinopse: 
Mensagem é o único livro publicado em vida por Fernando Pessoa. Uma obra repleta de simbolismo, «realmente um só poema» numa sequência de quarenta e quatro composições imersas num certo sebastianismo. Questão que só o próprio Pessoa poderia decifrar: até que ponto essa construção saudo-sista e sebastianista não é apenas e só mais uma das máscaras do poeta, mais uma das facetas do seu fingimento?
A história de Portugal é o tema, ainda que o intuito não seja propriamente narrar os grandes feitos portugueses. Com Pessoa, revisitamos o passado lendário e mítico, a saga dos Descobrimentos, na busca de um sentido para essa antiga grandeza contraposta à decadência actual. Estaremos diante do plano para regenerar Portugal, incutido nesse desígnio divino e espiritual – o Quinto Império? Ou será que, como disse Jorge de Sena, a Mensagem é apenas a criação poética, e por isso, lúdica, de um Portugal mítico?
Embora Pessoa seja muito conhecido pelos seus heterónimos, o livro Mensagem foi publicado sob o seu próprio nome – o ortónimo. Uma obra-prima essencial para a compreensão da visão poética de Pessoa, com múltiplas e infindáveis interpretações, inclusivamente contraditórias. O mais importante é que o sonho, o sonho poético e não necessariamente político de Pessoa, se cumpra: «É a Hora!»

Sobre o autor: 
Fernando Pessoa. Fernando António Nogueira Pessoa nasceu a 13 de Junho de 1888, em Lisboa. Foi também em Lisboa que morreu,a 30 de Novembro de 1935. Perdeu cedíssimo o pai, que morreu tuberculoso. A mãe voltou a casar e Fernando, menino de sua mãe, foi com a família para Durban, onde fez os estudos secundários e chegou a frequentar o equivalente ao primeiro ano de universidade. Regressa a Portugal, sozinho, em 1905, com 17 anos. Matricula-se no Curso Superior de Letras, que depressa abandona. Nunca casou, nem mesmo com Ofélia, e deu-se maravilhosamente com dois tios e com os sobrinhos.
Em 1912, estreia-se na revista A Águia com artigos de natureza ensaística. Em 1915, participa no pequeno grupo que cria e lança, com competente escândalo vanguardista, a revista Orpheu, peça
fundadora do modernismo em Portugal, e onde publica dispersamente os seus poemas, bem como noutros jornais e revistas literárias. Em 1917, publica na revista Portugal Futurista. Em 1924, publica a revista Athena, animada pelas principais máscaras pessoanas, Caeiro, Campos, Reis e Pessoa ele-mesmo. Em 1927, publica na revista Presença, lançada a 10 de Março desse ano. Em 1934, Pessoa publica o seu primeiro livro em Portugal, a Mensagem, em que exprime a sua visão mítica e nacionalista do país.
Frequentador da Brasileira do Chiado e do Martinho da Arcada, Fernando Pessoa foi nacionalista e sebastianista, polemista político, pela sua boca ou pela boca de Álvaro de Campos. Foi também filósofo de ofício quando foi António Mora, ou por fatalismo e desassossego quando se assinou Bernardo Soares, intempestiva e futuristicamente quando calhou Campos e Ele-mesmo digladiarem-se intestinamente.
Fernando Pessoa, enquanto jovem artista, foi um defensor do movimento da Renascença Portuguesa, que integrou, para mais tarde ser exuberantemente pagão e amoral.
Não se pode dizer que tenha tido muito êxito financeiro prático: levou à falência as duas empresas que criou, uma tipografia (Íbis) e uma editora e agência (Olisipo).
Deu-se à astrologia. E o esoterismo deu-lhe a ele conselhos e vozes do além de que deixou testemunho.

21/02/2018

Novidade Topseller - Anatomia de um Escândalo

Título: Anatomia de um Escândalo
Autor: Sarah Vaughan
N.º de Páginas: 352
PVP: 18,79€
--------
- 1.º livro em Portugal de Sarah Vaughan, que trabalhou durante
11 anos como jornalista na área da política.
- Grande aposta para 2018 da equipa internacional que publicou
as obras de Paula Hawkins.
- Originalmente escrito em 2016, um ano antes de vários
escândalos de assédio sexual espoletarem por todo o mundo,
este livro não poderia ser mais atual.
- O movimento #MeToo continua na ordem do dia , suscitando
cada vez mais notícias.
- Excelentes críticas dos media e autores do mesmo segmento.
----
A VERDADE É UM CONCEITO COMPLEXO
James Whitehouse é um bom pai, um marido dedicado e uma figura pública carismática e bem sucedida. Um dia, é acusado de violação por uma colaboradora próxima. Sophie, a sua esposa, está convencida de que ele é inocente e procura desesperadamente proteger a sua família das mentiras que ameaçam arruinar-lhes a vida.

SERÁ QUE É SEMPRE INTERPRETADA DA MESMA FORMA?
Kate Woodcroft é a advogada de acusação. Ela sabe que no tribunal vence quem apresentar os melhores argumentos, e não necessariamente quem é inocente.
Ainda assim, está certa de que James é culpado e tudo fará para o condenar.

DE QUE LADO ESTARÁ A VERDADE?
Será James vítima de um infeliz mal-entendido ou o autor de um sórdido crime? E estará a razão do lado de Sophie ou de Kate? Este escândalo — que irá forçar Sophie a reavaliar o seu casamento e Kate a enfrentar os seus demónios — deixará marcas na vida de todos eles.

«Vaughan oferece-nos uma perspetiva fascinante sobre as maquinações escondidas num escândalo político e sobre o conflito entre justiça e privilégio. Um romance notável e arrebatador.» BOOKLIST
«Um romance de estreia impressionante, com um enredo inteligente, que levanta muitas questões atuais.» THE TIMES
«Sarah Vaughan tece habilmente a história do desenrolar de um escândalo, revelando gradualmente quão chocante é o que está em jogo. Um romance forte, fascinante e cheio de reviravoltas.» PUBLISHERS WEEKLY

«Uma estreia impressionante da ex-correspondente política Sarah Vaughan.» KIRKUS REVIEWS
«Brilhante, chocante e envolvente. Assim que comecei a ler este livro, não consegui parar.» CLAIRE FULLER autora bestseller internacional
«Será que posso escolher já o livro do ano? Anatomia de um Escândalo é incrivelmente bom — uma verdadeira proeza. Simplesmente adorei.» EVE CHASE autora bestseller internacional
«Um livro extremamente bem escrito, inteligente e envolvente, que me prendeu da primeira à última página.» CLAIRE DOUGLAS autora bestseller internacional
Sobre a autora: 
Estudou Inglês na Universidade de Oxford. Estagiou na Press Association, agência noticiosa do Reino Unido e da Irlanda, e trabalhou durante 11 anos no jornal The Guardian como jornalista e correspondente nas áreas da saúde e da política. Deixou o diário britânico para se dedicar ao jornalismo como freelancer, altura em que começou a escrever ficção.
Anatomia de um Escândalo é o seu terceiro romance e já foi traduzido para 17 línguas. Além de escrever, Sarah adora ler, nadar e cozinhar.
Atualmente, vive perto de Cambridge com o marido e os dois filhos. Está presentemente a escrever o seu próximo livro.
Saiba mais sobre a autora em: www.sarahvaughanauthor.com
 

Novidades Clube do Autor a 7 de março nas livrarias

As Sombras de Da Vinci
Fruto de vários anos de investigação exaustiva sobre a vida de Leonardo da Vinci, este é um romance histórico empolgante e que mudará a opinião que todos temos do famoso florentino.

Com vinte e quatro anos, o prometedor Leonardo da Vinci é acusado anonimamente de sodomia. Depois de preso e torturado, terá de abandonar Florença e procurar o êxito noutros lugares. Mas não tardará a perceber que essa foi apenas a primeira de muitas traições e que a inveja, o medo e a incompreensão se podem esconder em qualquer pessoa.

Christian Gálvez nasceu em Madrid, em 1980. Licenciado em Filologia Inglesa, é um dos rostos da televisão espanhola, onde conduz com êxito um concurso cultural. É também diretor de uma produtora direcionada para potenciar o talento de jovens promessas. Desde 2009, divide-se entre o trabalho em televisão e a investigação sobre Leonardo da Vinci, vivendo entre Madrid e a Toscana. É um dos mais conhecidos especialistas internacionais do artista. Além deste livro, é igualmente autor de Rezar por Miguel Ángel, Leonardo da Vinci: cara a cara, entre outros.

Simplificar
Brooke McAlary, a autora deste livrinho, vive nos arredores de Sidney, na Austrália, com a família. Ela e o marido produzem e apresentam The Slow Home, o podcast mais popular na área da Saúde do iTunes, ultrapassando os 3,5 milhões de downloads.

Após sofrer uma grave depressão pós-parto, Brooke teve de abrandar o ritmo. Dedicou-se ao estudo das filosofias minimalistas e descobriu os benefícios de uma vida com menos coisas. Em dois anos, retirou de casa 25 mil objetos, criou o blogue Slow Your Home e reencontrou a paixão, a energia e a sua verdadeira chama. A sua transformação deu-lhe reconhecimento internacional e os direitos da obra Simplificar estão vendidos em vários países.

Nesta obra, Brooke McAlary defende os benefícios de uma vida mais simples e com mais significado. Antes de nos dedicarmos a arrumar objetos, no entanto, precisamos de limpar a nossa desordem mental. Através de dicas e exercícios curtos e transformadores, ajuda-nos a assumir o controlo dos nossos dias, a trabalhar a atenção plena, a recusar as pressões para a perfeição e, acima de tudo, a desfrutar do momento e da vida que temos.
 
 

Novidade Cavalo de Ferro - A Maldição de Hill House de Shirley Jackson

A Maldição de Hill House  
Páginas: 208 
PVP: 16,59€
Já nas livrarias 
«Uma das histórias de terror mais perfeitas que já li.» Stephen King
«Uma mestre maior do terror e do suspense.» — The New York Times Book Review
Shirley Jackson (1916–1965) é considerada uma das mais influentes escritoras norte-americanas. Herdeira da grande tradição do gótico americano, iniciada com Edgar Allan Poe, teve uma vida curta, deixando uma obra pouco extensa, mas que a confirmou de imediato como uma das grandes personalidades literárias do século XX.
É um dos mais perfeitos exemplos do terror e do suspense em literatura. Fonte de inspiração para nomes como Stephen King,  Guillermo del Toro, Neil Gaiman ou Joyce Carol Oates, confessos admiradores de Shirley Jackson, a história foi adaptada por duas vezes ao cinema e está previsto estrear, em 2018, como série televisiva pela Netflix (10 episódios). Também uma das suas obras maiores, Sempre Vivemos no Castelo, cuja 2.ª edição também já chegou às livrarias, terá estreia cinematográfica em 2018.
A HISTÓRIA 
John Montague, especialista e estudioso do oculto, chega a Hill House em busca de algo concreto que possa provar a existência do sobrenatural. Acompanham-no, Theodora, a sua assistente, Luke, o futuro herdeiro da propriedade e Eleanor, uma mulher solitária e frágil, já com experiência de encontros com poltergeists.  Contudo, aquilo que, inicialmente, era apenas uma experiência em torno de fenómenos inexplicáveis torna-se, em pouco tempo, uma corrida pela sobrevivência, à medida que Hill House ganha poder e escolhe, de entre eles, aquele que quer para si…

Era um acto de força moral levantar o pé e pousá-lo no primeiro degrau, e pensou que a sua profunda relutância em tocar na Hill House pela primeira vez advinha directamente da sensação nítida de que a casa estava à espera dela, maligna, mas paciente. As viagens terminam com o encontro dos amantes, pensou, lembrando-se finalmente da canção, e riu-se, parada nos degraus de Hill House, as viagens terminam com o encontro dos amantes, e assentou o pé com firmeza e subiu até chegar ao alpendre e à porta. Num abrir e fechar de olhos, sentiu-se envolvida pela Hill House; ficou numa obscuridade total, e o ruído dos seus passos na madeira do alpendre era um ultraje ao profundo silêncio, como se há muito tempo ninguém pisasse os soalhos de Hill House. Ergueu a mão para bater a pesada aldraba de ferro com uma cara de criança, decidida a fazer mais e mais barulho para que a Hill House tivesse a certeza de que ela estava ali (...) — (pp. 34)
A AUTORA:
Shirley Jackson (1916–1965) é considerada uma das mais influentes escritoras norte-americanas. Herdeira da grande tradição do gótico americano, iniciada com Edgar Allan Poe, teve uma vida curta, deixando uma obra pouco extensa, mas que a confirmou de imediato como uma das grandes personalidades literárias do século XX. Obteve imediato sucesso e fama com a publicação, em  1948, do seu conto The Lottery que, na época, dividiu opiniões e suscitou acesas polémicas. Ao todo, escreveu 55 contos e, da sua obra, destacam-se ainda as suas crónicas familiares Life Among the Savages (1953) e Raising Demons (1957), e os seus romances The Sundial (1958), Sempre Vivemos no Castelo (ed. Cavalo de Ferro, 2018), obra que será adaptada ao cinema em 2018, e o presente A Maldição de Hill House, obra adaptada para cinema e televisão.


A neta mestiça do brutal comandante nazi da Lista de Schindler, Amon Göth

Amon: O Meu Avô Podia Ter-me Matado
Páginas: 224 
PVP: 16,59€
Já nas livrarias 
Uma memória espantosa de trauma cultural e identidade pessoal.» — Booklist
«Inesquecível… A demanda de Teege para descobrir a sua história pessoal é fortalecedora.»   Publisher’s Weekly

Conta a história extraordinária da mulher que um dia descobre que é neta de Amon Göth, o brutal comandante nazi imortalizado no filme A Lista de Schindler
É num livro de capa vermelha aninhado numa estante da Biblioteca Central de Hamburgo que Jennifer Teege reconhece o nome da mãe biológica e descobre um facto que viria a mudar para sempre a sua vida: o seu avô era Amon Göth, o sanguinário comandante nazi imortalizado ­por Ralph Fiennes no filme de Steven Spielberg, A Lista de Schindler.
Jennifer Teege é uma alemã de origem nigeriana que foi criada num orfanato e acabou por ser adotada aos 7 anos de idade. Apesar de ter mantido algum contacto com a família biológica, nem a mãe nem a avó alguma vez lhe contaram a verdade acerca do avô, o comandante do campo de Płaszów, que veio a ser enforcado em 1946 por crimes contra a Humanidade.
Aos 38 anos, a descoberta acerca do seu passado familiar provoca-lhe uma depressão profunda e o desejo de desenterrar toda a história, conduzindo-a numa demanda que a leva até Cracóvia — onde ficava o gueto que o avô «limpou» de judeus e o campo de concentração que dirigia — e de regresso a Israel, onde em tempos vivera e conhecera a realidade judaica.
Quanto mais Jennifer descobre sobre o avô, mais é assolada por uma certeza: se soubesse que tinha uma neta negra, Amon Göth tê-la-ia matado.
A Vogais disponibiliza os primeiros capítulos para leitura aqui.
Sobre a autora:
Jeniffer Teege trabalha em publicidade desde 1999. Ainda sem qualquer noção do seu passado familiar, viveu durante quatro anos em Israel, onde se tornou fluente na língua hebraica e conheceu a realidade judaica, tomando também contacto com o conflito israelo-árabe. É licenciada em Estudos do Médio Oriente e Estudos Africanos pela Universidade de Telavive. Vive atualmente na Alemanha, com o marido e os seus dois filhos. Este é o seu primeiro livro.
Nikola Sellmair é licenciada pela Universidade Ludwig-Maximilians, de Munique, e já trabalhou em Hong Kong, Washington, Israel e Palestina. É jornalista da revista alemã Stern desde 2000, tendo recebido vários prémios pelo seu trabalho, nomeadamente o Prémio de Jornalismo Germano-Polaco, pelo primeiro artigo de sempre sobre a história de Jennifer Teege. Neste livro, junta a sua voz à de Jennifer, contribuindo com uma narrativa paralela, baseada em entrevistas a familiares e amigos da neta de Amon Göth.

20/02/2018

Novidade Editorial Presença - O TATUADOR DE AUSCHWITZ, de Heather Morris

O TATUADOR DE AUSCHWITZ
Heather Morris
Coleção
: Grandes Narrativas nº 682 
Tema: Ficção e Literatura 
Título Original: The Tattooist of Auschwitz
Páginas
: 232
PVP : 16,50 € 
Nas livrarias a 22/02/2018 

SINOPSE
BASEADO NUMA HISTÓRIA REAL História verídica de um amor em tempo de guerra!
 

Esta é a história assombrosa do tatuador de Auschwitz e da mulher que conquistou o seu coração - um dos episódios mais extraordinários e inesquecíveis do Holocausto.
Em 1942, Lale Sokolov chega a Auschwitz-Birkenau. Ali é incumbido da tarefa de tatuar os prisioneiros marcados para sobreviver - gravando uma sequência de números no braço de outras vítimas como ele - com uma tinta indelével. Era assim o processo de criação daquele que veio a tornar-se um dos símbolos mais poderosos do Holocausto.
À espera na fila pela sua vez de ser tatuada, aterrorizada e a tremer, encontra-se Gita. Para Lale, um sedutor, foi amor à primeira vista. Ele está determinado não só a lutar pela sua própria sobrevivência mas também pela desta jovem.

Um romance baseado em entrevistas que Heather Morris fez ao longo de diversos anos a Ludwig (Lale) Sokolov, vítima do Holocausto e tatuador em Auschwitz-Birkenau. Uma história de amor e sobrevivência no meio dos horrores de um campo de concentração, que agradará a um vasto universo de leitores, em especial aos que leram A Lista de Schindler e O Rapaz do Pijama às Riscas, e que nos mostra de forma pungente e emocionante como o melhor da natureza humana se revela por vezes nas mais terríveis circunstâncias. 

AUTOR
Heather Morris nasceu na Nova Zelândia e reside atualmente na Austrália. Durante vários anos, enquanto trabalhava num hospital público em Melbourne, estudou e escreveu argumentos para cinema. Em 2003, Heather foi apresentada a um homem idoso que «tinha uma história que valia a pena contar». O dia em que conheceu Lale Sokolov mudou a vida de ambos, e à medida que a amizade entre os dois crescia, Lale embarcou numa viagem ao seu passado, confiando a Heather os detalhes mais íntimos da sua vida durante o Holocausto. Heather escreveu a primeira versão da história de Lale na forma de um argumento para filme, antes de o transformar no seu romance de estreia, O Tatuador de Auschwitz. Os direitos de publicação deste livro inspirador estão vendidos para mais de 20 países.

CITAÇÕES
«Baseado na verdadeira história de Lale Sokolov, que foi forçado a tatuar os números de prisioneiro nos braços dos seus companheiros nos campos de concentração.» The Bookseller

«Uma história bela e pungente sobre a vontade de um homem de sobreviver em Auschwitz… é uma história de esperança e perseverança, de uma beleza que emerge quando tudo à volta parece estar pintado de preto.» Library Thing

«Extraordinário, comovente, avassalador, edificante… uma história sobre os limites do comportamento humano, onde atos de violência intencionais acontecem a par de atos de amor altruístas e impulsivos. Recomendo-o sem reservas.» Graeme Simsion, autor de O Projeto Rosie

Público alvo:
Leitores de temas relacionados com o Holocausto e leitores de ficção e literatura histórica. 

Para mais informações pode ver no site da Editorial Presença aqui

 

Novidades - Editorial Bizâncio

O Terceiro País Joan London
Nº de páginas: 256
PVP: 16,50€


Uma história de resistência e de determinação sobre a irresistível e duradoura natureza do amor e a fragilidade da vida.
Frank Gold, um refugiado de guerra vindo da Hungria para a Austrália, é apanhado pelo surto de poliomielite que atingiu aquele país em 1954.
Como tantas outras crianças é acolhido na casa de recuperação «Golden Age», onde reaprendem a andar. É aí que encontra Sullivan, que lhe revela a poesia, e mais tarde Elsa.
 
Resiste ao abandono e ao isolamento daquele lugar através da poesia e do laço de paixão que o liga a Elsa.
 
Nesta casa parada no tempo, as crianças estão sujeitas a regras próprias que fazem de «Golden Age» um outro país, um terceiro país, onde todos descobrem que estão sós, numa luta de recuperação muito própria. 

O Grande Livro dos Animais
Yuval Zommer
Nº de páginas
: 64
PVP
: 16,00€


Porque é que os lobos uivam à lua? É verdade que as hienas riem?  Porque é que os hipopótamos gostam tanto de lama?
Na mesma linha editorial do «O Grande livro dos Insetos», este álbum, a cores e de grande formato, incentiva as crianças à leitura, na procura de respostas a estas e muitas outras perguntas incríveis.
 
Aqui, iremos encontrar toda a espécie de animais selvagens do mundo, barulhentos, peludos, ferozes e maravilhosos, como se alimentam, caçam, sobrevivem e se reproduzem, contribuindo para um melhor conhecimento e uma melhor compreensão do mundo animal. 



19/02/2018

Novidade Topseller - Viu esta menina?

Sem Rasto
K. L. Slater
Páginas: 320
PVP:
17,69€

 
Depois da publicação do sucesso «A Salvo Comigo», a Topseller publica o novo livro «Sem Rasto».

Uma história tantas vezes repetida, o desaparecimento de uma criança, sem pistas nem suspeitos, onde todos culpam a mãe. Mas esta garante estar inocente. 
Será mesmo assim?

Sinopse:
Para Toni, Evie é a coisa mais importante do mundo
Quando perdeu o marido na guerra, Toni tomou medidas para começar tudo de novo e dar à filha, Evie, uma vida melhor. Mudou-se para uma cidade diferente, arranjou um novo emprego e mudou a filha para outra escola.
Mas há coisas más que não param de acontecer
O recomeço está a ser difícil. Evie não gosta da escola, os vizinhos têm antecedentes criminais e a nova chefe é terrível. Para conseguir lidar com tudo isto, Toni começa a abusar de sedativos.
Quando fecha os olhos, as horas desaparecem e o descanso torna-se possível. É quando algo terrível acontece.
E agora Evie desapareceu
Ninguém sabe onde Evie está e não há pistas, nem suspeitos. Toda a gente culpa Toni, que rapidamente é vista pela opinião pública como uma mãe irresponsável e toxicodependente. Mas ela tem a certeza de não ter feito nada de errado. Ou será que fez?
«É brilhante e muito inteligente. Recomendo-o vivamente!»B. A. Paris, autora bestseller internacional

Sobre a autora:
K.L. Slater é uma nova voz do thriller psicológico que em poucos meses viu o seu romance de estreia, A Salvo Comigo (ed. Topseller, 2017), alcançar o topo das tabelas de vendas internacionais.
Também escreve livros de ficção Young Adult, multipremiados, com o nome Kim Slater.
Mora em Nottingham, no Reino Unido, com o marido e os três filhos.
Saiba mais sobre a autora em: www.klslaterauthor.com.